Saiba de que forma trabalha o especialista nas doenças e comorbidades do coração  

Primeiramente, o médico cardiologista é o profissional treinado e habilitado a diagnosticar, tratar e prevenir doenças vasculares e cardíacas. No entanto, você sabe quais condições ele pode combater? 

 Então, acompanhe o texto e fique informado sobre quais problemas este profissional investiga.

 

  Quais doenças o cardiologista trata? 

Antes de mais nada, é importante frisar que o médico cardiologista também realiza testes e procedimentos, como cateterismos cardíacos e colocação de marca-passos.   

Todavia, estes profissionais não realizam cirurgias cardíacas. Portanto, atendem às necessidades dos pacientes até que eles precisem de uma intervenção cirúrgica.   

Assim, as doenças mais comuns que os cardiologistas combatem são:   

  • Fibrilação atrial – também conhecida como ritmo cardíaco anormal, ocorre quando o fluxo sanguíneo das câmaras superiores para as inferiores varia a cada batimento. Dessa forma, o coração tem problemas para bombear o sangue com eficiência para o resto do corpo.   
  • Fibrilação ventricular – essa é uma das condições mais perigosas de arritmia cardíaca. Nesse sentido, ocorre quando o coração estremece em vez de bombear o sangue e, dessa forma, diminui a pressão arterial. Ou seja, isso ocorre porque o coração não bombeia o sangue de maneira adequada.   
  • Doença cardíaca congênita – a princípio, uma malformação na estrutura do coração é a causa e, assim, medidas corretivas são necessárias para corrigir os problemas.   
  • Doença coronariana – essa doença se refere, à primeira vista, ao estreitamento das artérias coronárias, que fornecem oxigênio e sangue ao coração. Dessa forma, comumente causa angina, falta de ar, infarto do miocárdio e ataques cardíacos.   
  • Doença cardíaca congestiva – conhecida como insuficiência cardíaca, ocorre quando os ventrículos do coração não conseguem bombear sangue suficiente para o corpo, fazendo com que o sangue se encha nos pulmões, abdômen, fígado e parte inferior do corpo.    
  • Hipertensão – também chamada de pressão alta, se caracteriza pelo aumento anormal da pressão que o sangue faz ao circular pelas artérias. Todavia, essa condição ocorre por um longo período de tempo.   
  • Colesterol alto – uma certa quantidade de colesterol é boa porque o corpo precisa dela para construir células saudáveis, mas quando esses níveis ficam muito altos, você aumenta o risco de doenças cardíacas.   
  • Pericardite – é o inchaço e a irritação do pericárdio, a fina membrana que forma um saco ao redor do músculo cardíaco. Pode causar dor aguda e aguda quando as partes irritadas do pericárdio tocam uma contra a outra.   

O médico cardiologista intervêm com tratamentos que podem ser medicamentos, mudanças de hábitos, terapias ou, caso seja um dano grave, irá encaminhar para um cirurgião cardíaco para procedimentos cirúrgicos. 

  

Quando visitar o cardiologista? 

Primeiramente, é essencial que procure o médico cardiologista sempre que suspeitar sinais de doença cardíaca ou distúrbios do sistema circulatório.  

Dessa forma, é importante notar sinais como: 

  • Dor no peito; 
  • Pressão leve à forte, sensação de aperto, dor ou outro desconforto na área do peito; 
  • Dor que irradia para o braço ou mandíbula; 
  • Dor no peito que fica mais intensa ou não é aliviada pelo repouso; 
  • Pulso ou batimento cardíaco irregular; 
  • Pressão alta; 
  • Diabetes; 
  • Doença renal; 
  • Doença na artéria periférica; 
  • Entre outras condições. 

  

Onde fazer os exames que o médico cardiologista indica? 

 Aqui na Clinic + você encontra exames de ultrassonografia, raio-x e eletrocardiograma. Para agendar ou saber mais informações é muito simples, basta clicar aqui e falar conosco por WhatsApp.